Dinheiro extra: Sua moeda de R$ 1 pode ser trocada por R$ 7 MIL

Os numismatas, colecionadores de notas, têm cada vez mais movimentado o mercado de notas raras. Atualmente, os profissionais estão em busca de vários itens considerados raros, a exemplo da cédula de R$ 1.

A cédula de R$ 1 circulou no mercado nacional entre os anos de 1994 e 2005, no entanto, foi substituída pela Casa da Moeda. Atualmente, é comum encontrar o valor estampado em uma moeda de metal.

Após parar de circular e sua aparição ser cada vez mais difícil, a nota de R$ 1 foi considerada rara e passou a ser muito valorizada. No entanto, é válido ressaltar que não é qualquer cédula. De acordo com informações, existem alguns critérios para que o item seja vendido no mercado.

Ainda, segundo o diretor social e de divulgação da Sociedade Numismática Brasileira (SNB), Bruno Pellizari, a nota ou a moeda deve estar em um bom estado de conservação, considerando a existência de outras que por estarem menos desgastadas podem valer mais.

Nota de R$ 1 que pode valer um bom dinheiro

A nota rara de um R$ 1 procurada pelos colecionadores é de cor verde e possui o desenho da Efigie da República e de um beija-flor. Todavia, ainda preciso que tenha as letras BA no seu registro de série.

Além disso, é preciso que cédula tenha a assinatura de Pedro S. Malan e Gustavo J. L. Loyola. Peças com essas características fazem parte das séries que vão de 0001 até 0072. Hoje, o item pode ser vendido por R$ 275.

Moeda de R$ 1 pode valer R$ 7 MIL

Os colecionadores movimentam, cada vez mais, o mercado de notas raras no país. Atualmente, os numismatas estão à procura de moedas específicas de R$ 1. Essas moedas são consideradas raras por seus detalhes únicos e por serem de difícil acesso por não circularem mais.

De acordo com os colecionadores, a nota de R$ 1 emitida pelo Banco Central para as Olimpíadas do Rio em 2016 é uma das mais procuradas, atualmente. O seu valor pode chegar a até R$ 7 mil.

Como já mencionado, a moeda de R$ 1 mais procurada se trata da que foi criada pelo Banco Central em 2016, em homenagem às Olimpíadas no país. No entanto, de acordo com informações, a moeda de 1 real considerada mais rara é a entrega da bandeira, que foi emitida para homenagear a passagem dos jogos olímpicos em Londres, no ano de 2012.

Os colecionadores de notas raras afirmam que a moeda de R$ 1 criada em homenagem às Olimpíadas de 2016 pode valer, atualmente, o valor de R$ 7 mil.

Veja o que é sucesso na Internet:

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA:

To top
error: Conteúdo protegido! !!