Fature uma FORTUNA! Moeda de R$ 1 pode valer até R$ 10 MIL

Você já pensou em ganhar uma fortuna com uma única moeda? Já pensou em ver o seu dinheiro literalmente “trabalhar” pra você? Talvez, aquela moeda esquecida na carteira, no fundo do guarda-roupa ou no bolso da calça realizem seu desejo.

Nem todo mundo sabe, mas diversas moedas valem bem mais que o valor que elas representam. Por exemplo, determinadas moedas de 50 centavos chegam a ser vendidas por R$ 700 devido a um erro de fabricação. Isso pode até parecer mentira, mas há muitos colecionadores dispostos a pagar fortunas para terem modelos exclusivos em suas coleções.

Na verdade, não são apenas as moedas que valem muito. A saber, as cédulas também fazem sucesso entre os colecionadores, ainda mais se tiverem características únicas. Aliás, o assunto vem ganhando cada vez mais popularidade no país nos últimos tempos, e as pessoas estão se mostrando dispostas a pagarem valores bastante elevados para terem os modelos em mãos.

Para quem não sabe, o termo “numismata” se refere a quem estudou ou se especializou em moedas ou medalhas. O termo também é utilizado para quem coleciona este itens. Aliás, há algumas características que valorizam uma moeda ou cédula. Confira abaixo quais são:

  • Poucos exemplares produzidos;
  • Modelos com erro de cunho ou fabricação;
  • Exemplares fabricados para datas comemorativas;
  • Poucas unidades em circulação no país.

Em suma, estas são as principais características que aumentam a valorização de um modelo. Como os colecionadores buscam itens raros e únicos, estes fatores chamam atenção e os fazem pagar caro para adquirirem as moedas ou cédulas. E é nesse nicho que muitas pessoas estão ganhando dinheiro no país.

Moeda rara de R$ 1 vale uma fortuna

Quem fabrica o dinheiro no Brasil é a Casa da Moeda, conforme os pedidos feitos pelo Banco Central (BC). A saber, a entidade financeira costuma solicitar a fabricação exclusiva e limitada de exemplares durante datas comemorativas ou em momentos de celebração. E são estes modelos que costumam valer muito mais do que você imagina.

Em comemoração aos Jogos Olímpicos de 2016, realizados no Rio de Janeiro, o BC lançou algumas moedas comemorativas. De acordo com estimativas de colecionadores, uma destas moedas de 1 real tem um valor surpreendente, que varia entre R$ 7 mil e R$ 10 mil.

Nem todos conseguem entender como uma única moeda pode valer tanto, mas há algumas características que elevam o seu valor. Em primeiro lugar, vale destacar que o BC solicitou a fabricação de apenas dois milhões de cópias do modelo, uma tiragem considerada baixa para o valor da moeda.

Na verdade, por se tratar apenas de uma moeda de R$ 1, o BC geralmente faz pedido de milhões de unidades para o modelo. No entanto, isso não aconteceu com este exemplar, que é apenas um dos vários produzidos em comemoração aos Jogos Olímpicos de 2012.

Por falar na competição, as moedas produzidas trazem representações dos esportes olímpicos. Além disso, há outros dois modelos que estampam os mascotes das Olimpíadas, Tom e Vinicius.

Contudo, não são estas as moedas que chegam a valer até R$ 10 mil. A saber, o BC também mandou fabricar a “moeda da entrega da bandeira”, como é popularmente conhecida. Em síntese, o modelo eternizou o passe oficial da bandeira da cidade de Londres, sede das Olimpíadas em 2012, para o Rio de Janeiro.

Moeda da entrega da Bandeira Olímpica
Moeda das Olimpíadas do Rio de Janeiro. (Imagem: Reprodução / Seu Crédito Digital).

 

É justamente esta moeda que está virando a cabeça de muitos colecionadores no país. A dificuldade em encontrá-la é tão grande que seu valor só faz crescer com o tempo, de 2016 para cá. Então, se você tiver um exemplar desse modelo em casa, saiba que você poderá ver 1 real se transformar em até R$ 10 mil.

Veja como vender

Muita gente tem moedas raras, mas não sabe como vendê-las. Essa questão é simples de ser resolvida, mas é preciso alertar todos os que estão dispostos a venderem seus modelos. Isso porque os colecionadores buscam moedas com determinadas características.

Confira abaixo o que aumenta o valor da moeda:

  • Não possuir arranhão;
  • Ter a imagem limpa e sem manchas;
  • Possuir todos os traços e marcas de fabricação.

As pessoas que tiverem exemplares nestas condições podem comemorar, pois estes são os mais procurados pelos colecionadores. Os especialistas indicam que o melhor é manter a moeda conservada em algum saquinho ou papel filme para que ela mantenha as suas formas originais. E isso pode ser feito com outros modelos, que podem se valorizar com o passar do tempo.

Os interessados em vender seus exemplares podem entrar em sites especializados. Há muitos colecionadores dispostos a pagar caro para terem modelos raros, e essa é uma chance para ganhar um dinheiro extra sem fazer muito esforço.

Veja o que é sucesso na Internet:

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA:

To top
error: Conteúdo protegido! !!